ORUNMILÁ, O PRIMEIRO BABALAWO – PAI DO SEGREDO



Obatalá – o grande Orixá – estava já há algum tempo estudando a possibilidade de entregar a Orunmilá a sabedoria de Babalawo (o detentor de todos os segredos do mundo), mas o achava ainda muito jovem e inexperiente para possuir tal conhecimento. Todavia, a cada dia Orunlá demonstrava uma esperteza e inteligência muito maior do que aparentava a sua idade, e isso sempre impressionava a todos.

Obatalá então, decidiu colocá-lo à prova para decidir o que fazer. O chamou e solicitou que ele preparasse o prato mais saboroso que ele poderia provar. Após algum tempo, Orunmilá retornou com uma suculenta língua de touro, a qual Obatalá devorou maravilhado. Então, ele perguntou ao Orixá: “por que você escolheu esse prato?”, Orunmilá prontamente respondeu: “com a língua se concede axé, se ponderam as coisas, se proclama a virtude, se exaltam as obras e com seu uso os homens chegam à vitória”.

Ainda em dúvidas, mas maravilhado com a comida e a resposta, Obatalá resolveu pedir mais um desafio: preparar o pior alimento do mundo. Passado um período, retornou Orunmilá com o mesmo prato em suas mãos, surpreso e sem entender o motivo daquilo, Obatalá o perguntou o que significava. Neste instante, Orunmilá se explicou: “com a língua se caluniam as pessoas, se destrói a boa reputação e se cometem as mais repudiáveis vilezas”.

Neste momento, Obatalá notou que não havia mais do que ter receio, Orunmilá era realmente o Orixá mais íntegro e inteligente que ele conhecera, o entregou assim a sabedoria de todos os segredos possíveis do Universo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário